Notícias

Prefeitura libera a volta das feiras de adoção de animais


Previstos inicialmente só para a fase 5, eventos já podem acontecer desde este sábado, 25. Foto: Nelson Duarte/ Subvisa

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, autorizou a retomada das feiras de adoção de animais a partir deste sábado, 25/07. A liberação da atividade estava prevista somente para o próximo dia 31, início da Fase 5 do Plano de Retomada. Mas, com o aumento do abandono de animais registrado desde o início da pandemia, a data foi antecipada.

— Decidimos liberar as feiras porque a adoção é uma das importantes ações de políticas públicas. Ela é uma causa muito nobre, que impacta diretamente na prevenção de riscos à saúde pública e diminui o número de abandono, que é crime — disse Crivella.

Obediência às normas

Para o funcionamento das feiras, os responsáveis deverão atender às restrições de distanciamento entre as pessoas e barracas, assim como as demais medidas de prevenção à Covid-19 estabelecidas pelas Regras de Ouro.

Além de uma causa nobre voltada ao bem-estar animal, a adoção faz parte das ações que minimizam questões de saúde pública provocadas por animais soltos nas ruas, como acidentes de trânsito, a reprodução indevida de cães e gatos, situações de maus-tratos, a proliferação de zoonoses (doenças transmitidas por animais aos homens) e até agressões a populares.

Campanhas

Para reduzir o número de animais sem lar nessa época de pandemia, a Prefeitura do Rio, por meio da Subsecretaria de Bem Estar Animal e da Subsecretaria de Vigilância Sanitária e Controle de Zoonoses, pasta vinculada à Secretaria Municipal de Saúde, lançou campanhas de adoção virtuais, com cães e gatos disponibilizado nas redes sociais dos dois órgãos.

Prefeitura libera a volta das feiras de adoção de animais

 


Compartilhe:

Deixe seu comentário: