Notícias

Hospital da Mulher Mariska Ribeiro recebe 46 novos equipamentos


Unidade de referência em Bangu faz cerca de 5 mil partos por ano. Foto: Marcos de Paula/Prefeitura do Rio
O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, entregou, nesta quinta-feira (30/07), 46 novos equipamentos para o Hospital da Mulher Mariska Ribeiro, em Bangu. Foram seis monitores multiparâmetros, 15 bombas de seringa, 21 monitores neonatal, um ecocardiógrafo, um ultrassom portátil e dois desfibriladores.
— Esse hospital tem oito anos e, pela primeira vez, está recebendo essa quantidade de equipamentos. São bombas difusoras, respiradores, monitores, itens importantíssimos, sobretudo para aquelas grávidas que têm comorbidades, diabetes, pressão alta. Elas precisam de um cuidado todo especial, e o Mariska, com esses equipamentos, está pronto para atendê-las — destacou Crivella.
Os equipamentos adquiridos na China são fruto de um investimento de mais de R$ 370 milhões da atual gestão para estruturar e modernizar as unidades municipais de saúde. No Mariska Ribeiro, a renovação na infraestrutura será fundamental para reforçar o atendimento de qualidade prestado pela unidade às mulheres da Zona Oeste.
— Essa unidade tão importante, que faz de 340 a 400 partos ao mês, além de quase 2 mil atendimentos mensais, foi responsável pela nossa retaguarda de atendimento ao covid-19, tanto de mulheres, quanto de bebês — apontou a secretária municipal de Saúde, Beatriz Busch.


São 2,6 mil atendimentos por mês

 
Por mês, pelo menos 2.600 mulheres (1.800 na emergência e 800 no ambulatório) buscam assistência no hospital, que oferece ainda serviço ambulatorial de obstetrícia (com acompanhamento pré-natal de alto risco), clínica médica, endocrinologia, mastologia, psicologia, nutrição e serviço social.
— Só esse trabalho intenso, dedicado, competente, vai trazer o diferencial para o atendimento em Bangu, para os cariocas que nascem aqui, nossas grávidas e pacientes de ginecologia — acrescentou a diretora-geral da unidade, Laura Osthoff.
Além do Mariska Ribeiro, já receberam os equipamentos comprados recentemente os hospitais Ronaldo Gazolla, de campanha, Barata Ribeiro, Miguel Couto, Salgado Filho, Rocha Faria, Pedro II, Lourenço Jorge, Rocha Maia, Jesus, Francisco da Silva Telles, Albert Schweitzer, Souza Aguiar, Nossa Senhora do Loreto, Piedade, Evandro Freire, as maternidades Leila Diniz, Fernando Magalhães, Maria Amélia Buarque de Hollanda, Herculano Pinheiro, Alexander Fleming e os Cers Barra, Leblon, Centro, Campo Grande, Realengo, Santa Cruz e Ilha do Governador.

Mariska Ribeiro: assistência à mulher moradora da Zona Oeste

 
O Hospital da Mulher Mariska Ribeiro oferece serviços cirúrgicos de obstetrícia e ginecologia. São, ao todo, 72 leitos obstétricos e nove ginecológicos, reabertos na atual gestão, além de 25 leitos do complexo neonatal.
Assim como todas as maternidades da rede, o Hospital da Mulher Mariska Ribeiro preza pelo atendimento humanizado (feito sem procedimentos invasivos, de maneira mais natural e conduzido pela paciente, com assistência de equipe multiprofissional). É desta forma que cerca de 350 partos são realizados todos os meses na unidade, que conta com a oferta de exames como mamografia, ultrassonografia radiológica, colposcopia e patologias cervicais.
 

Quem foi Mariska Ribeiro?

 
Nascida na Tijuca, dedicou sua vida à causa da mulher e, em especial, à promoção do acesso das mulheres mais pobres à saúde pública. Professora formada pelo Instituto de Educação e psicóloga pela UFRJ, era apaixonada pela música popular. Consultora de programas governamentais e coordenadora da Rede Feminista de Saúde e Direitos Reprodutivos, foi uma das principais idealizadoras de uma nova política pública voltada especificamente para o atendimento à saúde da mulher no Brasil. Mariska faleceu em 2004, aos 67 anos, depois de onze anos de luta contra um câncer de ovário.

Hospital da Mulher Mariska Ribeiro recebe 46 novos equipamentos


Compartilhe:

Deixe seu comentário: